logotipo

O que é?

 

Pastoral é uma atuação especial e organizada da Igreja Católica, diante de um problema da sociedade no momento em que ele se apresenta. É uma resposta da Igreja a uma problemática social.

 

A Pastoral da Sobriedade é uma ação concreta da Igreja que evangeliza pela busca da Sobriedade como um modo de vida. Pela Terapia do Amor trata todo e qualquer tipo de dependência, pecado e problema emocional. Propõe mudança de comportamento e valoriza a pessoa humana.

 

A Pastoral da Sobriedade, através dos grupos de autoajuda que, em reuniões semanais estimula a vivência dos 12 Passos da Pastoral da Sobriedade, fundamentados no evangelho e sempre dentro da doutrina cristã que tem Jesus como mestre e libertador, procura prevenir esse grande mal causado pelas drogas e trazer de volta aos dependentes químicos, doentes emocionais e familiares a dignidade, o respeito, a fé e a esperança perdidos para um mundo confuso e de valores inadequados.

 

A Pastoral da Sobriedade em parceria com tudo e com todos que são a favor do resgate da dignidade, da autoestima de cada ser humano, a exemplo de nosso Mestre Jesus, unida a todas as Pastorais Sociais e Movimentos comprometidos com o Projeto de Jesus Cristo-Libertador, quer fazer dos excluídos os nossos preferidos.

 

A Proposta da Pastoral da Sobriedade

 

A proposta da Pastoral da Sobriedade é de nos conhecermos melhor. Conhecer e respeitar nossos limites, nossas fraquezas e nossos defeitos. Conhecer também nossas qualidades e nossas capacidades. Conhecer e entender o que sentimos, quando sentimos e como sentimos as nossas emoções. Principalmente, nos reconhecermos como filhos amados de um Pai todo poderoso que nos ama incondicionalmente da maneira como somos, apesar de sermos como somos.

 

Nos grupos de apoio trabalha-se a reflexão e incentiva-se a prática do PROGRAMA DE VIDA NOVA. Essa programação é composta por 12 passos (12 itens), OS DOZE PASSOS DA PASTORAL DA SOBRIEDADE. Essa programação é inspirada nos 12 passos de AA (Alcoólicos Anônimos) e adaptada para a doutrina católica cristã que busca apresentar como salvação Jesus Libertador.

 

Cada passo é fundamentado em uma passagem da Sagrada Escritura, que busca através da reflexão da Palavra apresentar um Jesus mais próximo de nós, cujos ensinamentos são para os homens comuns e não para santos predestinados por Deus. São reflexões sobre passagens em que é possível nos reconhecermos dentro dela e entendermos que o que Jesus ensina é possível de ser realizado, praticado e vivido.

 

Através do autoconhecimento, do aumento gradativo e constante da fé e do entendimento e aceitação de cada passo propõe-se uma mudança de comportamento e da forma de sentir e pensar para que cada indivíduo, no seu dia-a-dia, tenha condições de escolher as melhores opções para sua vida diante de qualquer situação sem necessitar buscar a “sua fuga”. O seu grande refúgio passará a ser Jesus Libertador.

 

“Poema de Davi. Guardai-me, ó Deus, porque é em vós que procuro refúgio.”

Salmo 15, 1

 
O Símbolo da Pastoral da Sobriedade

     SimboloPastoral2      SimboloPastoral1

Este é o símbolo da Pastoral da Sobriedade. Mais do que um símbolo, nele está contido uma verdadeira mensagem de salvação. Nele está representada a promessa de Cristo da salvação do homem através da intervenção de Deus. Basta que acreditemos de fato que isso é possível, nos entreguemos em suas mãos e aos seus ensinamentos.

 
 Na parte de baixo vemos uma meia-lua, um sorriso, um pote de óleo, que representa o nosso mundo, a nossa humanidade, com todas as suas alegrias, mas também com todas as suas preocupações e angustias.

 

Essa humanidade precisou de uma intervenção. E a intervenção foi Jesus, Jesus na cruz. Podemos perceber na cruz de Jesus a cruz do dependente químico e de seus familiares com seus sofrimentos e aflições.

 

A cruz é a intervenção, mas a morte de Jesus pela nossa salvação é a grande novidade: é a luz, a chama que não se apaga, é a ressurreição. Cristo ressuscitado, Cristo luz do mundo. Ele venceu a morte, venceu o pecado, venceu a tentação. E, com certeza, se nós permitirmos, vencerá também os nossos problemas.

 

Em cima de tudo está a redenção, O mundo redimido por esse Cristo ressuscitado na ação do Espírito Santo, em comunhão com Deus Pai. Um Deus que nos protege e abençoa. Um Deus que quer que sejamos realmente felizes.

 

Jesus-e-usuario.jpg
Pastoral Sobriedade.jpg